Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Fabrica de Ideias XXII – Pandemias e Utopias: desigualdades duráveis e autoritarismo

4 - maio | 08:00 - 17 - junho | 17:00

IMG-20210305-WA0018

Atenção: inscrições até 25 de abril; publicação da lista de alunos aceitos até 30 de abril.

1 Sinopse

A situação pandêmica ocasionada pelo surgimento de um novo coronavírus nos primeiros meses de 2020 desdobrou-se em um contexto global já caracterizado por um leque significativo de transformações em curso, tanto no que se refere ao redesenho das formas de legitimidade política eleitoral nos Estados, aliadas ao redefinição de hegemonias, alianças e rivalidades nas relações internacionais, e em termos da formação de coalizões amplas e difusas em torno das agendas políticas globais, concentradas especialmente na relação entre a sociedade humana e o meio ambiente, e no combate às diversas manifestações estruturais do racismo em todo o mundo . Diante desse panorama complexo, é importante perguntar em que medida a atual crise pandêmica representa uma oportunidade de crescimento e mudança de paradigma, ou se, inversamente, constitui o prelúdio para um entrincheiramento de práticas discriminatórias e um enfraquecimento constante dos mais vulneráveis em nível global e local.

2 Informações Organizacionais

A XXI edição do curso avançado e intensivo “Fábrica de Idéias – Escola de Doutorado” acontecerá inteiramente em plataforma virtual durante cinco semanas, de 4 de maio a 17 de junho de 2021. Pela primeira vez, o curso será totalmente a distância através de um conjunto de 12 lives.

A plataforma virtual utilizada será o Streamyard e toda a programação também será divulgada no Canal do Youtube do evento.

Os quatro principais temas que o evento busca explorar são: desigualdades e pandemias duradouras, epidemiologia crítica, estratégias de métodos de pesquisa para divulgar informações e masculinidade, pandemias e autoritarismo.

Estrutura:

  • No total, o curso terá 36 horas letivas. O curso visa um público planetário, com alunos de todos os continentes. Por isso, em função dos diversos fusos horários envolvidos, a maioria das atividades será realizada às 10h, horário brasileiro (14h na Europa Central e África do Sul). As sessões ocorrerão sempre às terças e quintas.
  • O curso consistirá em 8 palestras e um minicurso em três sessões para um total de 6 horas. Cada palestra será ministrada por dois bolsistas de diferentes países e terá duração de pouco mais de uma hora, após a qual haverá tempo para perguntas e respostas por meio da ferramenta Chat. Um moderador administrará o chat. Um fórum de perguntas e respostas também estará disponível para o minicurso.
  • Para cada sessão do minicurso e para cada keynote, até cerca de 50 páginas de leitura obrigatória para os alunos serão disponibilizadas com antecedência. O site também hospedará uma lista de leituras complementares e links para sites relevantes. Nosso objetivo é também produzir material e documentos sobre a temática do curso que possam ser disponibilizados para novos cursos e atividades de ensino.
  • Toda a programação será aberta ao grande público e disponibilizada no canal do evento no Youtube. O certificado, porém, só será emitido para os alunos que se inscreverem com antecedência e acompanharem todas as sessões.
  • Idiomas: As notas principais, assim como o minicurso, estarão disponíveis em inglês e português (legenda ou narração).

3 Participação

3.1 Créditos:

Para alunos de pós-graduação que precisam de créditos, o que costuma ser o caso na América Latina, aqueles que seguem as 44 horas receberão 3 créditos. Alunos de outras regiões e também pós-doutorandos podem focar nas atividades que mostram afinidade com suas próprias pesquisas e receberão um certificado correspondente.

3.2 Processo de Seleção

  • Os participantes desta edição da Fábrica de Ideias serão escolhidos em processo seletivo internacional a ser realizado pela Comissão Organizadora.
  • A seleção está aberta a pós-doutorandos, alunos regulares de doutorado e, em casos excepcionais, alunos regulares de mestrado cujas pesquisas demonstrem uma forte correlação com o tema escolhido para esta edição da Fábrica de Ideias.
  • A seleção terá principalmente em consideração o mérito científico do projeto de investigação, a trajetória e produção académica do candidato (ao nível da investigação, extensão e intervenção social), e a sua motivação. Ao mesmo tempo, será considerada a necessidade de garantir a diversidade do corpo discente em termos de raça, gênero e origem geográfica. Estudantes oriundos de grupos sociais historicamente desfavorecidos (quilombolas, populações indígenas, ciganos, imigrantes, LGBT etc.) são fortemente encorajados a se inscrever e a explicitar sua pertença a esses grupos em sua carta de apresentação.

3.3 Inscrição

Para se inscrever, preencha, disponível AQUI  e anexe os seguintes documentos:

  • Cópia do documento de identidade oficial válido em seu país de residência;
  • Comprovante de matrícula em programa de pós-graduação;
  • Breve currículo acadêmico (2 páginas no máximo, veja um exemplo AQUI );
  • Carta de apresentação que resume o projeto de pesquisa e indica sua correlação temática com o tema da Escola de Doutorado, ou os impactos da pandemia no sujeito da pesquisa.

As inscrições podem ser feitas em português, espanhol, francês ou inglês.

 

 

 

4 Programa (Provisório)

Quatro tópicos principais:

Tópico 1: Desigualdades duradouras e pandemias

Tópico 2: Epidemiologia crítica

Tópico 3: Estratégias de métodos de pesquisa para divulgar informação

Tópico 4: Masculinidade, pandemias e autoritarismo

4 de maio 6 de maio 11 de maio
Sessão de abertura: Desigualdades e pandemiasMauricio Barreto (Fiocruz, Brasil) e Dzodzi Tsikata (Instituto de Estudos Africanos, U. do Gana)  Live 1: Pandemias, xenofobia e racismo (tópico 1)Cristina Roldão (ISCTE, Portugal) e debatedora Patrícia Godinho Gomes (UFBA, Brasil)MEDIADOR

Omar Thomaz (UNICAMP, Brasil)

Live 2: O uso de fatos na infodemia das pandemias COVID-19 no Brasil  (tópico 3)Charbel El Hani (UFBA, Brasil);Fernand B. Bationo (U. de Ouagadougou, Burkina Faso):  COVID-19, atores e ordem negociada no Burkina FasoMEDIADOR

Eun Kyung Kim (Hankuk University of Foreign Studies, Korea)

 

 

 

13 maio 18 de maio 20 de maio
Live 3: Eugenia, biopoder, racismo e necropolítica (tópico 2)Robert Wegner (Fiocruz, Brasil) eYacouba Banhoro(U. de Ouagadougou, Burkina Faso)

A ordem sanitária global face à pandemia de Covid 19 :  uma perspetiva histórica

MEDIADOR

Antonio Evaldo  (UFMA, Brasil)

Live 4: Utopias e pandemias nos EUA (tópico 4)John Collins (CUNY, USA) Outras utopias: caçadores  nos EUAStephen Small (UCBerkeley)Raça, classe, região e pandemias nos EUA

 

MEDIADORA

Angela Figueiredo (UFRB, Brasil)

 

Live 5: O mundo pós-pandemias (tópico 1)Rosana Pinheiro Machado (University of Bath, UK) e Cristina Martins (University of Bath/UFF, Brasil) 

MEDIADOR  Enocent Msindo (U. de Rhodes, África do Sul)

 

 

 

 

 

 

 

 

25 de maio 27 de maio 1 de junho
Live 6: Abordagens de gênero às pandemias em contextos transnacionais (tópico 4)Awino Okech (SOAS, UK) Liderança feminista durante o COVID-19: reflexões sobre o fundo de mobilização JASSMediadora: Miriam Pilar Grossi (UFSC, Brasil) 

MEDIADOR

Felipe Fernandes (UFBA, Brasil)

Live 7: Políticas identitárias na era  das fake news: jornalismo e pandemias (tópico 3)Natewinde Sawadogo (U. de Ouadagou, Burkina Faso)Estado de urgência, profissionalismo e luta contra o covid-19 no Burkina Faso.Joao Manuel de Oliveira (UFSC, Brasil) : Cosmopolíticas do Covid

MEDIADORA

Jamile Borges (UFBA, Brasil)

Live 8: De crânios a vírus: ideias raciais na era do global (tópico 2)Luís Gustavo Freitas e Matheus Gato (UNICAMP, Brasil)Raça, epidemias, inteletuais negros no período do pós-abolição no Brasil

Debatedor e mediador: Livio Sansone (UFBA, Brasil)

 

 

 

 

3, 8 e 10 de junho 17 de junho
Mini-course in three sessions: Epidemias e pandemias: passado e presente– alguns casos africanosValdemir Zamparoni (UFBA, Brasil)MEDIADORFabio Baqueiro

(UNILAB, Brasil)

Live 9: Pandemias e inovações metodológicasKayode Eesuola  (U. de Lagos, Nigéria)Elisio Macamo (U. da Basileia, Suiça)

MEDIADOR

Claudio Furtado (Universidade de Cabo Verde e UFBA, Cabo Verde e Brasil)

 

5 Escolas de graduação associadas, suporte e organizadores

Escolas de pós-graduação associadas:

Programa de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos (Universidade Federal da Bahia), Programa de Pós-Graduação em Antropologia (Universidade Federal da Bahia), Programa de Pós-Graduação em Antropologia (Universidade Estadual de Campinas), Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (Universidade Federal do Maranhão), Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (Universidade de Cabo Verde), Africa Multiple Cluster of Excellence (Universität Bayreuth)

Apoiadores:

Institut des Hautes Études de l’Amérique Latine (Université Sorbonne Nouvelle), Pró-Reitoria de Extensão (Universidade Federal da Bahia), Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs), Associação Brasileira de Ciência Política (ABPC), Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS).

 

Organização:

Livio Sansone (UFBA), Jamile Borges (UFBA), Omar Ribeiro Thomaz (UNICAMP), Claudio Alves Furtado (UniCV), Antonio Evaldo Almeida Barros (UFMA), Fábio Baqueiro Figueiredo (UNILAB), Felipe Fernandes (UFBA), Patrícia Godinho Gomes (UFBA).

Detalhes

Início:
4 - maio | 08:00
Final:
17 - junho | 17:00